ENVIOS GRATUITOS PARA PORTUGAL CONTINENTAL EM ENCOMENDAS DE VALOR IGUAL OU SUPERIOR A 50€
Carrinho de compras
Não existem produtos no carrinho de compras.
Cartão de Crédito Multibanco Carteira digital Transferência Bancária Levantamento nas instalações
0

Inspiração: eu vou encontrar-te!

Inspiração: eu vou encontrar-te!
  • 26 de maio de 2023

Pego no papel e na caneta. Escrevo e risco. Não surgem ideias. Não consigo encontrar as palavras certas. Escrevo novamente. Leio e não gosto. Apago e suspiro. Também já passou por isto? Acredito que sim! 

Muitas pessoas acreditam que escrever é fácil e que os autores se sentem sempre inspirados. No entanto, tal não é verdade. A falta de inspiração afeta todos os escritores, podendo até desmotivá-los. 

Também eu sofro de tal mal. Em determinados momentos, sinto que a inspiração chega e as ideias surgem umas atrás das outras. Em tal quantidade, que me sinto assoberbada. Por outro lado, em alguns dias, risco e rabisco e não consigo escrever conteúdos que me agradem.

Com o tempo, tenho vindo a aprender a lidar com a falta de inspiração e julgo ter encontrado formas de procurá-la ativamente. Por isso, partilho algumas dicas:

 

1 - A inspiração está em todo o lado: procure-a. Quando não me sinto inspirada, centro a minha atenção no que me rodeia. Oiço com atenção redobrada as pessoas. Analiso cuidadosamente os momentos que vivo. Faço pesquisas. Penso sobre os livros que me apaixonam. Sinto verdadeiramente a música.

 

2 - A inspiração surge da prática. É comum pegar no papel e na caneta sem ter qualquer ideia formada. No entanto, à medida que vou escrevendo, a inspiração surge. Quanto mais escrever, melhor.

 

3 - A inspiração precisa do local e das ferramentas adequadas. Papel e caneta ou o computador? Depende. No escritório, em casa ou num café? Depende. É importante perceber em que ambiente e com que ferramentas pode produzir mais. Se está um dia de sol, agarre no bloco e no lápis e vá até à rua. Escreva enquanto aproveita o calor do sol. Precisa de espaço e de silêncio? Escolha um local confortável e calmo e é provável que encontre a inspiração. 

 

4 - A inspiração surge discretamente e em momentos inesperados. Por este motivo, anote todas as ideias que surgirem. Desta forma, nos dias em que se sentir desinspirado, poderá recorrer ao bloco de notas. Será certamente mais fácil começar a escrever algo que seja do seu agrado.

 

Acredito que a inspiração não é um privilégio só para alguns. Todos podemos viver inspirados. Tal depende da capacidade de cada um olhar em seu redor e ver os outros. De ouvir histórias. De sentir profundamente. A inspiração está em todo o lado: encontre-a!

Cartão de Crédito Multibanco Carteira digital Transferência Bancária Levantamento nas instalações
Site Seguro